Notícia

Base do Sindicato registra três casos confirmados de Covid-19 na categoria

Base do Sindicato registra três casos confirmados de Covid-19 na categoria
sábado, 06/06/2020

 Covid-19 base do Sindicato de Londrina até 5/06/2020

 Casos suspeitos

16

 Casos confirmados

3

 Agências casos suspeitos

10

 Agências casos confirmados

3

Registros de casos por banco

 Banco

Casos suspeitos

Casos confirmados

 Caixa

8

0

 Itaú

6

2

 Bradesco

1

1

 Santander

1

0

Desde o início da pandemia até a sexta-feira (5/06), a base do Sindicato de Londrina registrou três casos confirmados de bancários e bancárias com Covid-19. Neste período, surgiram 16 suspeitas de contaminação pelo novo coronavírus envolvendo 10 agências da base territorial da entidade.

Segundo Laurito Porto de Lira Filho, diretor do Sindicato de Londrina, o maior número de casos suspeito (8) ocorreu em unidades da Caixa Econômica Federal em decorrência da atitude temerária tomada pelo governo de centralizar o pagamento do Auxílio Emergencial neste banco, ignorando os apelos feitos pelo Comando Nacional dos Bancários para que esse serviço fosse realizado também por outras instituições financeiras.

“A demanda pelo atendimento já era grande devido aos inúmeros benefícios sociais que estão ao encargo da Caixa e agora, com o Auxílio Emergencial, milhões de pessoas passaram a buscar as agências ao mesmo tempo em que muitos funcionários estão trabalhando em home office, gerando enormes filas”, salienta.

O Itaú, ainda de acordo com Laurito, registrou seis suspeitas de Covid-19 entre seus funcionários e funcionárias, sendo que depois dos testes dois acabaram confirmando o contágio pelo novo coronavírus.

“O Sindicato moveu ações na Justiça para resguardar a saúde de bancários e bancárias, bem como de suas famílias, na sua base territorial contra o Bradesco, Santander e o Itaú. Esses bancos recorreram, mas Itaú foi o único que conseguiu suspender a ação judicial do Sindicato através de um mandado de segurança. Não por acaso, é o banco mais afetado em nossa base, com cinco agências atingidas, seis casos suspeitos e dois confirmados”, relata.

O diretor do Sindicato de Londrina afirma que a categoria precisa ficar atenta aos protocolos de prevenção da Covid-19 discutidos nas negociações entre o Comando Nacional dos Bancários e a Fenaban (Federação Nacional dos Bancos) quanto à distribuição de máscaras, álcool gel e a higienização das agências. “Se forem constatadas irregularidades denuncie imediatamente para o Sindicato para cobrarmos providências, pois a situação está delicada com o aumento de casos em nossa Região”, orienta Laurito Porto de Lira Filho.

Por Armando Duarte Jr.